segunda-feira, 28 de maio de 2007

Como comprar um computador

__Assim que consegui meu segundo emprego, resolvi comprar meu laptop para me comunicar com o Brasil e para escrever no blog. A operação de compra se deu num piscar de olhos.
__Eram 2:00 da tarde no Ticket Sales. Eu disse para os colegas:
__-Vou comprar um laptop no Walmart hoje.
__O Cenário perguntou:
__-Por quanto?
__-É o mais barato. Quinhentos dólares.
__-Não compra no Walmart não. As marcas são ruins. Olha isso aqui:
__Ele usou o laptop do colega Arief para abrir o site da loja Staples. Essa é uma loja que vende tudo que escritórios precisam. Há uma delas em Bozeman. No site havia um laptop da Lenovo também por quinhentos dólares, 1.6 GHz de processamento, 512 Mb de memória. Nada que dê para rodar o Windows Vista com o caramba a quatro. Mas eu só queria rodar o Windows XP mesmo. Não dei a mínima para saber qual foi a merda que a Microsoft fez dessa vez.
__Quem conviveu comigo nos dias anteriores ao lançamento do Vista sabe que eu estou mentindo. Eu estava ansiosíssimo para ver como seria esse negócio, mas não quis gastar dinheiro para comprar uma máquina que rodasse a novidade. Só percebi que fiz a coisa certa quando vi meus amigos comprando supermáquinas que rodavam o Windows Vista loucos para jogar o laptop no chão quando apareceram pelas primeiras vezes aquelas famosas frases: "Erro fatal", "Deseja enviar um relatório para a Microsoft?". E os desenvolvedores falaram que o novo sistema seria uma revolução! Seria uma revolução se, depois de o programa dar pau, tivesse uma mensagem assim: "Adivinha só: o sistema deu pau de novo! Deseja enviar a Microsoft para a #$%*?".
__Resolvi que queria comprar o tal laptop da Lenovo. O próximo ônibus para Bozeman era às 3:30 da tarde e foi esse que eu peguei. O último ônibus de Bozeman de volta para Big Sky sairia de um shopping às 5:45. Cheguei em Bozeman 5:00. Eu tinha quarenta e cinco minutos para correr até a Staples, comprar o computador e correr para o lugar de onde o ônibus partiria.
__Assim fiz. Voei para a Staples e cheguei lá quase morto. Não quis perder meu tempo procurando o computador. Falei para o primeiro atendente que vi:
__-Colega, estou numa baita pressa. Quero comprar o laptop da Lenovo de quinhentos dólares.
__Ele me levou até o computador, que ficava ao lado de vários outros:
__-Senhor, eu preciso te falar uma coisa. Semana que vem chega um laptop da Lenovo pronto para rodar o Vista. Esse que você quer comprar roda o Vista muito mal...
__-Eu não me importo. Eu quero o Lenovo de quinhentos dólares sem o Vista.
__-Hehe! Ok. Eu só tinha que te falar.
__Cheguei no caixa com o laptop debaixo do braço. A atendente checou o código de barras, perguntou a forma de pagamento e me fez uma pergunta que eu não entendi.
__-Moça, desculpa. Eu ainda estou aprendendo inglês e não entendi o que você falou. Hoje eu só preciso sair com esse computador a tempo de não perder o ônibus. Então eu quero pagar do jeito mais rápido e está tudo certo.
__Feito o pagamento, saí em disparada e cheguei ao shopping a uns dez minutos de o ônibus partir. Missão cumprida!

3 comentários:

Rojane disse...

E ai? o computador funcionou?
Ele ainda funciona?
É bom?
Roda oque nele?
Foi tão rápido que estou assustada......

Paulo de Souza disse...

véio, uma postagem no seu blog é esperado por mim mais q capitulo final de novela... e olha q eu gosto de novela heim!!
ahauahuahuah muto legal sua viagem por ai, espero um dia conseguir fazer o mesmo.
flw!

Renan Caleffi de Oliveira disse...

Valeu, Paulo! Prazerzão saber que tu curtes o blog!