domingo, 8 de abril de 2007

Guaraná da Amazônia

__Essa história aconteceu no dia 5 de janeiro de 2007.

__Lá estava a brasileirada trabalhando no Ticket Sales quando um cliente perguntou ao Miguel de onde ele era.
__-Eu sou do Brasil.
__O americano disse:
__-Seu canalha do cacete!
_____________Miguel
__O americano comentou sua inveja do clima brasileiro. Depois, entregou ao Miguel uma latinha com balas de sabor guaraná, explicando que eram balas energéticas desenvolvidas pelo seu grupo de estudos na universidade. A latinha chata já parecia um produto industrializado pronto para ser vendido e tinha um desenho do guaraná da Amazônia. O Miguel Doidão, o João e eu experimentamos a tal balinha.
__Engraçado ver um produto americano cuja embalagem ressalta uma origem brasileira. Vivemos a vida inteira no Brasil cobiçando os maravilhosos bens importados e, quando estou aqui nos EUA, vejo um estudante que tenta imprimir a imagem do Brasil na sua criação para obter sucesso comercial. Os brasileiros sabem que isso acontece. Mas ver pessoalmente isso acontecendo é diferente. Faz a gente lembrar que a gente existe para o mundo.
__Mais interessante ainda seria se a bala fosse pelo menos um pouquinho gostosa. Mas era uma das piores coisas que eu já experimentei em toda a minha vida.

6 comentários:

Darlene disse...

Don't you know that you aren't suppose to take candy from a stranger?

Renan Caleffi de Oliveira disse...

O ow.. true!

Rojane disse...

Tá incrementado teu Blog.
Bala de Guaraná, nossa!? quanta coisa ainda deve ter circulando por ai que é do Brasil.
Fico feliz quando sei de algo nosso que esteja por ai(mesmo que seja ruim).

Anônimo disse...

Muito bacana seu blog... So por curiosidade, por qual agencia vc foi? STB?

Vitor W. disse...

Eaw, descobri seu blog hj, passei um tempão lendo, muito massa msm =]
Vc é do RS? Abraço, take cara ;D

Renan Caleffi de Oliveira disse...

Respondendo ao colega que perguntou pela agência: eu vim pela World Study.
Sobre meu Estado: moro no Rio Grande do Sul sim. Mas sou de Campo Grande, Mato Grosso do Sul.