sexta-feira, 6 de abril de 2007

Desprezo americano pelo latino-americano.

__Cumprimento o cliente que se aproxima da janela do Ticket Sales:
__-How is it going, Sr.? (Como vai?).
__-It's going. What about your self? (Vai indo. E você?)
__-I'm fine, thanks!
__-So where are you from?
__Vivo esse diálogo várias vezes ao dia. Quando estava no Brasil e me imaginava trabalhando nos EUA, não esperava que os americanos fizessem muita questão de saber de onde eu era. Professores de todas as disciplinas nos ensinam nas escolas e nos cursinhos que os americanos não dão a mínima para o resto do mundo. Mas a rotina estava me mostrando o contrário.
__Os manuais de viagem fornecidos pela minha agência de intercâmbio diziam que uma das razões de as empresas americanas contratarem sul-americanos era o prazer dos clientes em serem atendidos por estrangeiros. Eu não levava isso a sério. Para mim, a única razão para a contratação dos estrangeiros era pagar salários baixos que nenhum americano aceitaria.
__Acontece que sempre que dizemos que somos de tal lugar, os clientes reagem muito positivamente. Muitas vezes sabem alguma coisa sobre o país e fazem perguntas. Houve até um dia em que, logo após eu falar para o cliente que eu era do Brasil, ele disse, gritando e sorrindo, como quem não pode acreditar no que está ouvindo:
__-Brasil? Você está falando sério?
__Depois disso, ele ainda chamou a esposa:
__-Hey! Esse cara aqui é do Brasil! Vem ver!
__Houve ainda o dia em que eu estava checando ingressos e, logo após cumprimentar um cliente, ele me perguntou:
__-De onde você é?
__-Do Brasil.
__-Nossa! É tão bom ter tantos sul-americanos aqui! O que toda essa gente do Brasil está procurando?
__-Muita gente vem para cá para aprimorar o Inglês. Outros vêm apenas por diversão. Também há os que vêm para fazer algum dinheiro.
__-Legal! E você? O que está procurando?
__-Eu estou aqui para aprender Inglês e para viver essa experiência de estar num país tão diferente.
__-Seu Inglês é muito bom.
__-Obrigado! Agora, eu estou tentando perder esse sotaque.
__-Não faça isso. A graça desse resort é poder ouvir tantos sotaques diferentes. Vocês são demais. Não queiram ficar iguais a nós. Há muito americano idiota nesse mundo.
__Há quem diga que esse comportamento hospitaleiro é típico de Montana e não predomina em todo o país. Acontece que atendemos pessoas de todas as regiões no Ticket Sales, e somos tratados igualmente bem por todas elas.
__Dan costuma dizer que ele não gosta de gente de cidade grande. Diz ele que as pessoas das capitais não estão nem aí para ninguém. Infelizmente, não vou poder visitar região por região dessa vez e conferir o que ele disse. Mas o que eu posso dizer com segurança é que os brasileiros são tratados com muito respeito por pessoas de todo o país que freqüentam esse resort. O tão falado desprezo pelo latino-americano não mostra as caras por aqui.
__Contratando sul-americanos o resort dá aos clientes o prazer de interagir o dia inteiro com estrangeiros e ainda paga salários que os americanos não aceitariam receber. Não é um excelente negócio?

_____________________________________

Quer assinar o RSS do Viagem aos EUA? Então clique aqui.
Quer saber mais sobre RSS? Clique aqui.

Nenhum comentário: