terça-feira, 13 de março de 2007

O frio foi cruel com o Miguel

__O dia era 29 de dezembro. Cheguei um pouco adiantado no Ticket Sales e vi cada um dos colegas entrar pela porta e dizer:

__-Ai! Que frio!
__Começamos a trabalhar e estava terrível pegar o cartão de crédito pela frestinha da janela. O vento entrava com violência e gelava nosso corpo e nossas mãos. Depois de uns vinte minutos de trabalho, o Miguel disse:
__-Gente, alguém pode contar esse dinheiro pra mim? Eu não estou sentindo meus dedos.
__Pobre Miguel. Os dias que se passaram foram tão frios quanto esse, até que sua mão sangrou pelas rachaduras que aparecem nessa foto:

__Ele não machucou a mão em nenhum lugar. Esse estrago foi feito apenas pelo frio.

2 comentários:

Lizza disse...

Que massa o seu blog acabei de ler ele desde o comecinho e achei superrr maneiro, sempre quis passar um tempo morando fora do Brasil, espero que um dia se torne realidade! Bjins!

Mamainnnnnnnn disse...

Sabe Re, eu sabia sim que o frio machucava, mas não lembro de ferimentos nas mãos(dor sim) em minha infância.
Oque queimava em nós, ainda crianças no sul, a 30 anos atrás quando o frio era intenso, eram os nossos lábios, chegavam a fazer feridas.
O tio Géio, principalmente, era o que mais sofria. No extremo frio e no intenso calor também...
Tadinho do Miguelito...